Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Institutos Federais completam sete anos
Início do conteúdo da página
Notícias

Institutos Federais completam sete anos

O IFTM vem cumprindo seu papel nesse processo de consolidação dos Institutos Federais

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 04/01/2016 às 15:09
  • Última modificação 04/01/2016 às 15:54
Institutos Federais já somam mais de 500 unidades em todo o Brasil
Institutos Federais já somam mais de 500 unidades em todo o Brasil
Crédito: Divulgação

O dia 29 de dezembro de 2008 marcou o início de um projeto inovador e estruturante para o País. Nessa data, foram criados 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) que, em 2015, completam sete anos de educação pública, gratuita e de excelência. Na prática, essas instituições promovem a verticalização do ensino, a pesquisa aplicada, a inovação e a extensão tecnológica, sempre em sintonia com os arranjos produtivos, sociais e culturais locais.   

Com atuação interiorizada e forte política de inclusão social, também são finalidades e características dos institutos federais a oferta da educação profissional e tecnológica em todos os níveis e modalidades do ensino; o desenvolvimento da pesquisa aplicada voltada para a solução de problemas da comunidade; a transferência de tecnologias, além da formação de professores nas áreas de ciências, matemática e para a educação profissional.

Detentores de autonomia administrativa e didático-pedagógica, os IFs são autarquias vinculadas à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica que, atualmente, contabiliza 562 unidades, 56 mil servidores (docentes e técnicos administrativos) e cerca de um milhão de matrículas. Até 2018, há perspectiva de implantação de outros 208 campi em todo o País.
 

IFTM em evolução

Em 2008, o Centro Federal de Educação Tecnológica de Uberaba (CEFET) e suas Unidades Descentralizadas de Educação (UNED), de Ituiutaba e de Paracatu, e a Escola Agrotécnica Federal de Uberlândia participaram de Chamada Pública com o projeto de transformação dessas instituições federais em Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM), quando tiveram o seu projeto aprovado.

Hoje, o IFTM está estruturado da seguinte maneira: Reitoria localizada em Uberaba, Campus Avançado Campina Verde, Campus Uberaba, Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico, Campus Ituiutaba, Campus Paracatu, Campus Patrocínio, Campus Patos de Minas, Campus Uberlândia e Campus Uberlândia Centro. Também conta com infraestrutura básica em outros municípios, que são Pólos Presenciais, com oferta de cursos técnicos em parcerias com as Prefeituras Municipais. Atualmente são ofertados 106 cursos no IFTM, o quadro de funcionários conta com 978 servidores, sendo 495 docentes e 483 técnicos administrativos.

Segundo o Reitor Roberto Gil, "o IFTM vem cumprindo seu papel nesse processo de consolidação dos institutos federais com base nos resultados publicados pelo MEC." Para a educação superior, o Instituto foi considerado o segundo melhor do País e os resultados do Enem e Enade, colocam o Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas em plano de destaque no cenário nacional no que se refere à oferta de Educação Profissional e Tecnológica de excelência. 
 

Fonte: Assessoria de Comunicação - Conif (Com adaptações)



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página