Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > IFTM participa de Simpósio sobre Educação Inclusiva em Minas Gerais
Início do conteúdo da página
Notícias

IFTM participa de Simpósio sobre Educação Inclusiva em Minas Gerais

Evento ocorre de 2 a 4 de junho em Uberaba

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 02/06/2016 às 12:09
  • Última modificação 02/06/2016 às 21:32
Profª. Maria Glória (IFMG/Campus Ouro Preto), Eurípedes Ronaldo (IFTM), Franclin Nascimento (ANEI-Brasil), Rutileia Portes (IFTM/Campus Uberaba), Angélica Rodrigues (UFTM) e Rodrigo Leitão (IFTM Campus Uberaba)
Profª. Maria Glória (IFMG/Campus Ouro Preto), Eurípedes Ronaldo (IFTM), Franclin Nascimento (ANEI-Brasil), Rutileia Portes (IFTM/Campus Uberaba), Angélica Rodrigues (UFTM) e Rodrigo Leitão (IFTM Campus Uberaba)
Crédito: Lorenna Bonifácio

Aconteceu, na manhã do dia 2 de junho, a abertura do Simpósio sobre Educação Inclusiva em Minas Gerais com o tema “A educação como ferramenta para a geração de trabalho e renda” no Auditório Esmeralda da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) em Uberaba.

A abertura contou com a presença do Presidente da Associação Nacional de Educadores Inclusivos (ANEI – Brasil), Franclin Nascimento, do Vice-Reitor da UFTM; Prof. Luiz Fernando Resende dos Santos Anjo, representando a reitora da UFTM, Profª. Ana Lúcia de Assis Simões; da Inspetora Escolar Maria Stela Timóteo Oliveira, representando a Superintendente Regional de Ensino, Marilda Ribeiro; da Secretária Municipal de Educação, Silvana Elias da Silva Pereira, representando o Prefeito de Uberaba, Paulo Piau; da Profª. Maria Glória Santos Laia, Diretora-Geral do Campus Ouro Preto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) e da Presidente da ANEI-Uberaba e servidora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM/Campus Uberaba), Rutiléia Maria de Lima Portes.

Representando o reitor do IFTM, Roberto Gil Rodrigues Almeida, Eurípedes Ronaldo Ananias Ferreira também compôs a mesa e iniciou sua fala fazendo uma homenagem ao Presidente da ANEI, Franclin Nascimento, por sua incansável militância em relação à educação inclusiva. Ronaldo também ressaltou que é preciso criar estruturas formais, planos e ações que venham ampliar e consolidar a Educação Inclusiva e que os Institutos Federais Mineiros estão compactuados com isso.

Rutiléia Portes fez um emocionante pronunciamento ao dizer que é possível incluir, uma vez que ela conseguiu chegar aonde chegou mesmo sem os recursos necessários, sem profissionais especializados no assunto, enfim, mesmo diante de tantas dificuldades.

Franclin Nascimento reforçou o discurso de Rutiléia, ao afirmar que incluir é possível e que a palavra principal da inclusão é parceria. Disse também que o Simpósio é um evento estadual com presença nacional, ressaltando as inúmeras instituições brasileiras presentes. Ainda relatou que mais onze eventos desse tipo acontecerão em todo o país, culminando em um encontro final no Rio de Janeiro, onde será produzido um documento unificado com propostas para a Educação Inclusiva no Brasil.

Estava presente também o Diretor-Geral do IFTM/ Campus Uberaba, Rodrigo Afonso Leitão, que participa de mesa-redonda hoje à tarde no Anfiteatro com o tema “Educação Profissional do Campo: uma visão a partir da Lei nº 11.892/2008”.

Professores do IFTM também participarão do Simpósio, que acontece até o dia 04 de junho.

Confira a programação completa em anexo.

 

Sobre o evento

O Simpósio conta com o apoio do IFTM e tem como objetivo promover um grande debate entre setores e gestores públicos, sociedade, instituições de ensino e diversas outras instituições voltadas para pessoas com necessidades específicas.

Busca também proporcionar a troca de experiências relacionadas à autonomização e empoderamento das classes sociais mais fragilizadas e promover discussões com a finalidade de unificar e nivelar procedimentos educacionais utilizados para a geração de trabalho e renda.

O evento é voltado para estudantes, profissionais da educação inclusiva, profissionais de instituições públicas e privadas de ensino regular e superior, instituições que atendem pessoas com necessidades específicas e também para toda a comunidade.

 


Anexos


Assunto(s):
Fim do conteúdo da página