Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberlândia Centro > Últimas Notícias > I Seminário do Neabi reuniu estudantes, servidores e comunidade externa
Início do conteúdo da página
Notícias

I Seminário do Neabi reuniu estudantes, servidores e comunidade externa

Temática “Memória, História e Diversidade dos Afrodescendentes” foi abordada em palestras, mesa-redonda e oficinas.

  • Por IFTM Campus Uberlândia Centro
  • Publicado em 14/09/2016 às 10:37
  • Última modificação 14/09/2016 às 11:09
Mesa-redonda: A Capoeira como elemento de política, resistência e cultura negra na sociedade brasileira
Mesa-redonda: A Capoeira como elemento de política, resistência e cultura negra na sociedade brasileira
Crédito: RM

 “Memória, História e Diversidade dos Afrodescendentes” foi tema do I Seminário Neabi do IFTM Campus Uberlândia Centro realizado nos dias 8 e 9 de setembro, pelos membros do Núcleo de Estudos dos Afrodescendentes e Indígenas – Neabi.

 

De acordo com coordenadora de Extensão do Campus, professora Sírley Cristina Oliveira, a proposta do Seminário foi criar perspectivas de cumprimento da Lei 10.639 no âmbito dos trabalhos didáticos e pedagógicos realizados no Campus, como também, articular os fundamentos do ensino técnico à formação histórica, sociológica, artística e filosófica das humanidades, a fim de promover uma educação política, inclusiva e voltada para o reconhecimento da diversidade e da alteridade.

 

Para debater sobre a temática, foram convidados representantes da comunidade externa para debater sobre políticas públicas; capoeira; Hip Hop; diversidade e inclusão escolar, entre outras.

 

Também foi realizada apresentação da pesquisa “Identidades Culturais em Rede: A aplicação da Lei Federal 10.639/03 no âmbito do IFTM Campus Uberlândia Centro” realizada pelo estudante do 2º ano de Computação Gráfica, Maycon Douglas da Silva, no programa institucional de bolsas de iniciação científica para o Ensino Médio – Pibic-EM.

 

“O grande objetivo desse encontro foi a abertura do diálogo para pensarmos os preconceitos e o racismo no âmbito geral. Precisamos nos informar, conhecer a realidade e a prática, para isso é fundamental que nós possamos saber como interagir, saber como perceber as diferenças que fazem parte do nosso dia a dia e respeitá-las. A diversidade cultural existente em nosso país é nítida e tratá-la como invisível é prejudicial a todos. Temos sim que destacar as diferenças e trazer o entendimento da importância em respeitá-las”, destacou professor Gustavo Prado Oliveira, diretor geral do Campus.

 

Exposição fotográfica

 

Aberta durante o Seminário, exposição "Negras Paisagens: Imagens e Iconografias Simbólicas”, com fotografias dos professores Dickson Duarte Pires, Márcio Bonesso e Sírley Cristina Oliveira, pode ser conferida até 5 de outubro.

 

“A produção conta com dez painéis fotográficos que abordam os aspectos visuais recorrentes no Congado, Folia de Reis e nas Religiões de Matriz Africana. A mostra foi pensada como uma estratégia poética sobre a importância da reflexão sobre os temas: preconceito, discriminação e racismo”, apresenta Dickson Duarte Pires, professor de Artes no Campus.

 

Confira algumas fotos do evento na página oficial do Campus no Facebook.

 

 

Jornalista Rosiane Magalhães

jornalismo.udicentro@iftm.edu.br



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página