Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberaba > Últimas Notícias > IFTM Campus Uberaba mobiliza alunos e servidores em defesa da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica
Início do conteúdo da página
Notícias

IFTM Campus Uberaba mobiliza alunos e servidores em defesa da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica

Foram abordados temas relativos à reforma do Ensino Médio, Escola sem Partido e cortes orçamentários

  • Por IFTM Campus Uberaba
  • Publicado em 30/10/2016 às 17:30
  • Última modificação 31/10/2016 às 14:45
Servidores e alunos durante mobilização realizada ontem
Servidores e alunos durante mobilização realizada ontem
Crédito: Divulgação

Na manhã de ontem, 29 de setembro, servidores e alunos do IFTM Campus Uberaba estiveram reunidos no ginásio da instituição em uma mobilização em defesa da Rede Federal de Educação, Profissional e Tecnológica e debater os últimos acontecimentos no campo educacional: Medida Provisória de Reforma do Ensino Médio e o Projeto de Lei “Escola sem Partido”.

O encontro mediado pelo professor de matemática Wellington José Custódio, contou com os debatedores Rodrigo Afonso Leitão, diretor geral do campus Uberaba; Adriano Medeiros; Marvile Palis Costa Oliveira e e Paulo Henrique Soares de Carvalho, professores de filosofia, artes e educação física, respectivamente.

Wellington Custódio começou explicando o significado de siglas como MP (Medida Provisória); PEC (Proposta de Emenda Constitucional); PL (Projeto de Lei); PLS (Projeto de Lei do Senado); PLC (Projeto de Lei da Câmara) e PLCN (Projeto de Lei do Congresso Nacional).

O professor também abordou sobre o PL nº 257/2016 e a PEC nº 241/2016, que afetam diretamente os Institutos Federais e os servidores. Juntamente com os temas acima, o corte de repasses para Educação também foi pauta no encontro.

Os professores falaram aos alunos e servidores presentes sobre o processo de despolitização dos alunos com a retirada do currículo de disciplinas como filosofia, sociologia, artes e educação e o Projeto de Lei “Escola sem Partido”.

“A ideia é formar pessoas que não pensam, pois, as disciplinas ajudam na construção do ser político-social”, destacou Marvile Palis.

A data da mobilização de ontem foi escolhida durante a 40ª Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), que foi realizada na cidade de Vitória/ES entre os dias 23 e 27 de setembro.

No encontro os gestores dos Institutos Federais redigiram a “Carta de Vitória”. Além do IFTM Campus Uberaba, outros IFs no país fizeram mobilizações.

A data foi escolhida pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal (Conif), durante a 40ª Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), realizada em Vitória de 23 a 27 de setembro.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página