Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberaba > Últimas Notícias > Seleção genômica chega ao Girolando
Início do conteúdo da página
Notícias

Seleção genômica chega ao Girolando

O IFTM Campus Uberaba possui Centro de Performance da Raça

  • Por IFTM Campus Uberaba
  • Publicado em 02/12/2016 às 10:55
  • Última modificação 02/12/2016 às 10:59

A seleção genômica, tecnologia que permite acelerar o melhoramento genético dos rebanhos bovinos, acaba de ser incorporada ao Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando (PMGG). Com essa inovação, a Girolando é a primeira raça leiteira brasileira a inserir uma ferramenta genômica para uso cotidiano no processo de seleção de touros, fêmeas jovens e vacas.

O Projeto Genoma vem sendo desenvolvido pela Embrapa Gado de Leite, Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e o consórcio CRV Lagoa/Zoetis, desde 2013, por meio de um Contrato de Parceria em Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário, oriundo de um “Chamamento público”. Este modelo é único e pioneiro para raças leiteiras no Brasil e no mundo, pois todos os procedimentos de avaliação genômica e perfil genético/fenotípico do animal, exceto a genotipagem, serão realizados no país. O projeto foi apresentado nesta segunda-feira, 28, na sede da Girolando, em Uberaba/MG para empresas do setor pecuário, parceiros e criadores de todo Brasil.

Para o Chefe-Geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, a incorporação da seleção genômica ao Programa de Melhoramento Genético do Girolando ocorre num momento único, em que aquela instituição comemora 40 anos de existência e a sua equipe de melhoramento faz uma entrega que é um divisor de águas na pesquisa genética em prol do aumento da produtividade do rebanho leiteiro brasileiro.  O trabalho, que é resultante de uma parceria publico-privada, reúne as mais avançadas metodologias científicas com uma raça genuinamente brasileira, que vem conquistando o mundo, ganhando mercado internacional. Desta forma, afirma o Chefe-Geral, “estamos entregando potencial de geração riqueza para o Brasil e os brasileiros, com elevado impacto econômico e ambiental. Com esta nova tecnologia é possível produzir mais leite preservando terra e água, pois os animais serão mais produtivos. E isso é o que o mundo precisa”.

Os primeiros animais da raça genotipados foram os 67 reprodutores participantes da 5ª Prova de Pré-Seleção de Touros, que estão alojados no Centro de Performance Girolando (CPG), no campus do IFTM (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro), em Uberaba. O valor genômico desses touros será um dos critérios para definir quais exemplares serão classificados para o Teste de Progênie da raça Girolando. Eles também passarão por avaliações referentes à fertilidade, temperamento e conformação. O resultado da 5ª Prova de Pré-Seleção de Touros será divulgado no final de abril do próximo ano.

Os estudos sobre genoma da raça Girolando iniciaram em 2011, dois anos após a revista Science noticiar o sequenciamento do genoma bovino, ação que envolveu cerca de 300 pesquisadores do mundo inteiro (inclusive da Embrapa). Durante o projeto, cerca de 5.500 animais Girolando foram genotipados com diferentes tipos de painéis de marcadores de DNA e, também, três touros Girolando foram sequenciados. Um dos animais sequenciados foi o touro IPA Bochecho (Girolando Puro Sintético - PS), pertencente à Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária - IPA. O animal vem de uma linhagem de várias gerações de PS e está inscrito no programa de melhoramento da raça. A pesquisa teve a coordenação do pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Marcos Vinícius Barbosa da Silva, que também é responsável pelas avaliações genéticas do PMGG, e contou com a participação dos pesquisadores Marta Martins, Marco Antonio Machado, João Cláudio Panetto e Daniele Reis.

Fonte: Girolando

Leia a matéria completa



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página