Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberaba > Últimas Notícias > Professor do IFTM publica livro sobre corrupção e perfectibilidade
Início do conteúdo da página
Notícias

Professor do IFTM publica livro sobre corrupção e perfectibilidade

O ambiente institucional foi instigante para o desenvolvimento do material publicado, segundo o autor

  • Por IFTM Campus Uberaba
  • Publicado em 24/05/2017 às 11:07
  • Última modificação 24/05/2017 às 10:51

Material obtido em tese de doutorado entre os anos de 2013 e 2015 é compilado e transformado no livro “A corrupção e a perfectibilidade: a questão em Jean-Jacques Rosseau”.

De autoria do professor de filosofia do IFTM Campus Uberaba, Adriano Eurípedes Medeiros Martins, o livro abarca desde a filosofia, passando por vários momentos históricos até chegar a questões da atualidade.

Corrupção e perfectibilidade são os temas centrais do livro. “A corrupção, infelizmente, não precisa de maiores esclarecimentos conceituais. Já perfectibilidade é um neologismo criado por Rousseau (século XVIII), cuja característica principal é uma disposição humana para adquirir qualquer contorno social, ético, político, cultural, etc. A perfectibilidade é um potencial que pode ser desenvolvido para o bem ou para o mal; no caso das sociedades contemporâneas, tal desenvolvimento foi negativo; daí ela ser analisada ao lado da corrupção. Mas, como potencial, a perfectibilidade poderia, se a sociedade assim o quisesse, ser direcionada para aspectos mais edificantes. E é este tipo de análise que foi conduzida ao longo do livro, com especial ênfase para os elementos políticos e educacionais”, explica Adriano Eurípedes.

Segundo o professor, a realização do livro apenas foi possível devido ao apoio do IFTM. “Se não fosse tal apoio materializado organização dos horários de minhas atividades regulares na instituição. Se não fosse tal apoio, o livro não teria sido lançado – seria apenas uma proposta”, conta.

“O constante contato com o corpo docente foi fundamental para a consolidação de certas teses propostas no livro. Enfim, seja institucional ou academicamente, o ambiente do IFTM foi bastante salutar e instigante para desenvolver o material que ora é publicado”, finaliza.

Rodrigo Afonso Leitão, diretor-geral do campus Uberaba, afirma que com ações de qualificação e capacitação dos servidores da instituição, técnicos ou docentes, são essenciais para a produção ações concretas e transferência de conhecimento adquirido para a sociedade.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página