Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Finais no handebol, basquete, vôlei e futsal da Etapa Sudeste do JIF 2017
Início do conteúdo da página
Notícias

Finais no handebol, basquete, vôlei e futsal da Etapa Sudeste do JIF 2017

Basquete Feminino do IFTM é campeão da etapa

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 28/08/2017 às 14:33
  • Última modificação 28/08/2017 às 14:57
Basquete Feminino do IFTM é campeão da Etapa Sudeste do JIF 2017
Basquete Feminino do IFTM é campeão da Etapa Sudeste do JIF 2017
Crédito: Comunicação Social do Instituto Federal Fluminense

Depois de muito treinamento, suor e dedicação, a hora foi de colher os frutos. Em dia de tudo ou nada, as equipes finalistas da primeira etapa da quinta edição dos Jogos dos Institutos Federais Região Sudeste (V JIF Sudeste) entraram com tudo em quadra para levar o título para casa, resultado de muito trabalho de equipes técnicas e jogadores.

As finais de handebol, basquete, vôlei e futsal aconteceram neste domingo, 27 de agosto, no Instituto Federal Fluminense, Campus Campos Centro. O primeiro duelo do dia foi do basquete masculino do IF Espírito Santo e Colégio Pedro II. O time capixaba entrou em quadra com gritos de “Bora IFES”, em uma torcida ainda tímida, tão cedo para uma manhã de domingo, às 8h. Por outro lado, o time do Rio de Janeiro tinha no seu banco de reserva uma torcida tão forte que desbancaria um estádio lotado. Mas o dia era do IFES, de suas equipes e de sua torcida com gritos de “IFES poderoso, IFES confiante”. Das oito finais deste domingo, o IF Espírito Santo levou quatro, das cinco que disputou: basquete e vôlei masculino; e nas duas categorias do futsal.

No basquete masculino, a vitória em cima do Pedro II foi de 51 a 40. E com gostinho de revanche, já que em 2016 as equipes se enfrentaram em duas finais e o time do Rio levou a melhor. “E por isso, a vitória de hoje foi muito especial. É muito esforço, treinamos até 22h todos os dias, acordamos às 05h para ir para a escola”, destaca o armador Bruno de Ângelo. “Agora é não perder o foco porque o mais importante vem ainda que é o Nacional”, diz. Orgulhoso, o técnico, professor Felipe Piekarz, diz que a vitória representa a volta por cima.

No basquete feminino, o campeão foi o IF do Triângulo Mineiro em cima do IFFluminense, por 21 a 16. Durante os três primeiros períodos, o dono da casa dominou a partida de poucos pontos. A torcida – família, atletas, professores e colegas - fez coro em cada jogada com “deixa o caldeirão ferver”. E quando parecia que o IFFluminense levaria a melhor, o quarto período marcou uma reviravolta impressionante do time mineiro: enquanto o adversário não fez ponto nenhum, as meninas do IFTM marcaram 10 pontos e ganharam o jogo. “Foi na raça”, diz emocionada a armadora Fernanda Muniz. E como a vida é feita de vitórias e derrotas, a ala Laylla Basílio, da equipe do IFF, diz que agora é treinar mais para o ano que vem. “Estou triste porque estamos em casa e não foi o que a gente esperou, mas demos tudo o que a gente tinha”, declara.

No futsal, o placar ficou assim: no masculino, IFES 7 x 2 IFNMG, em um jogo tranquilo em que o IFES tomou o empate apenas no começo do jogo, mas depois deslanchou; no feminino, IFES 1 x 0 IFNMG, com gol da vitória nos últimos minutos. “Nosso jogo foi tenso, não estávamos acertando, mas no último minuto vencemos e garantimos o tetracampeonato”, comemora a goleira do time de futsal, Queila Marques.

No vôlei de quadra, a dobradinha IFF jogou com muita raça e contou com o apoio da torcida a cada minuto, mas não levou o título para casa, garantindo o segundo lugar nas duas categorias. No masculino, o IFES venceu por 4 a 1 (parciais de 25x18; 25x22; 20x25; 25x21); e no feminino o Colégio Pedro II venceu por 3 a 0 (parciais de 26x24; 25x22; 25x22). As partidas de vôlei foram bonitas de se ver com pontos suados e longos, saques potentes, largadinhas e bloqueios interessantes. “No vôlei, existe mais do que a vitória de um jogo. Quando a gente vê uma equipe como a nossa, todas lutando até o fim, já é uma vitória”, enfatiza a incansável capitã do time do IFF, Tamara Smiderle. Com o troféu na mão, a capitã do Colégio Pedro II é só alegria. “Em todo ponto a gente se colocava como se fosse o último. Viemos focadas em fazer o nosso melhor”, diz.

E no handebol, não teve pra ninguém: o IF Norte de Minas Gerais ganhou nas duas categorias. No masculino, venceu o IF Sudeste de Minas Gerais por 35 a 31; e no feminino, venceu o IFES por 17 a 16. Há 10 jogos que a equipe masculina não perde, garantindo o bicampeonato invicto. “É inacreditável que levamos o título para casa", comemora o armador Igor Pereira. "É a raça do time!”, enfatiza. Já o IFFluminense ficou em terceiro lugar e comemorou. O técnico Edson Barreto comenta que o time foi formado este ano e destaca a importância do trabalho de base que é feito com os alunos “visando o esporte como ferramenta de educação”, diz. “Nossa meta era estar entre os três primeiros colocados e conseguimos. Ano que vem pretendemos chegar à final”, acrescenta. O pivô do time, Luiz Gustavo Rangel, diz que a equipe está formada para lutar e "no ano que vem sair com o ouro".

Sobre o desempenho das equipes da instituição, o coordenador de Políticas Esportivas do IFF e coordenador local dos jogos, Carlos Augusto Boynard declara que “fomos surpreendidos com alguns resultados. É uma renovação das equipes que acontece de tempo em tempo, mas estivemos bem representados”.

Nos próximos dias, de 29 a 31, o JIF Sudeste segue com as disputas de atletismo, xadrez, tênis de mesa, vôlei de areia, natação, futebol e judô, no Campus Campos Centro, Assetec, Exército e Clube Saldanha da Gama, em Campos-RJ. Os campeões do V JIF Sudeste têm vaga garantida no JIF Nacional que acontece em outubro, em Poços de Caldas-MG, reunindo as melhores equipes de todas as regiões do país.

Fonte: Comunicação Social do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (com adaptações)



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página