Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico > Últimas Notícias > Equipe Falcão Negro entrega troféu da Fórmula Drone à direção do Campus
Início do conteúdo da página
Notícias

Equipe Falcão Negro entrega troféu da Fórmula Drone à direção do Campus

Alunos do curso técnico em Eletrônica ficaram em 5° lugar em campeonato de âmbito nacional

  • Por IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico
  • Publicado em 24/09/2018 às 08:42
  • Última modificação 24/09/2018 às 08:42
Entrega do troféu Fórmula Drone 2018
Entrega do troféu Fórmula Drone 2018
Crédito: Comunicação Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico

Após três dias de competição, quatro missões e dois voos, a equipe Falcão Negro, composta por alunos do 2° e 3° anos do curso Técnico em Eletrônica integrado ao ensino médio, trouxe o troféu de 5° lugar para o IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico.

As missões são tarefas que as equipes devem realizar através da pilotagem de seus drones, via rádio controle. Isso exige habilidade da equipe, que conseguiu ótimo resultado mesmo não contando com experiência em aeronaves do tipo drone.

A primeira missão, Alijamento de carga, consistia em transportar um objeto e lança-lo, de uma altura de 3 a 5 metros, sobre um alvo. Essa missão foi completada com sucesso pela equipe. Na segunda missão, Tele entrega, o drone deveria levar uma caixa de ovos (substituídos por bolas de ping-pong) a um determinado ponto sem que o conteúdo se perdesse no trajeto ou na entrega. Essa missão ficou incompleta, pois após a entrega, durante a decolagem, o drone acabou tirando a caixa do lugar. Já na terceira missão, Passagem por frames, a aeronave tinha que passar pelo interior de três formas geométricas (hexágono, quadrado e triângulo). O drone passou corretamente apenas pelo hexágono, não obtendo êxito ao passar pelo quadrado e pelo triângulo. Na última missão, Medição de área, a equipe tinha que medir uma determinada área a partir da análise de imagens feitas pelo drone. Essa missão não foi realizada pela equipe, pois a aeronave não tinha o equipamento necessário para o procedimento.

Além das missões, as aeronaves também tiveram que realizar dois voos. No primeiro, com duração de 25 minutos, a equipe Falcão Negro pontuou e chegou a ficar em terceiro lugar no ranking. Porém, no voo seguinte, de 10 minutos, não foi possível melhorar a nota e a equipe acabou ficando em quinto lugar no resultado final.

Trinta e nove equipes estavam inscritas na competição, dessas apenas vinte e três competiram. Algumas equipes não conseguiram fazer seus drones levantarem voo e não completaram nenhuma missão.

Estiveram presentes no evento representantes de instituições públicas e particulares dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Santa Catarina, Bahia, Goiás, Distrito Federal, Roraima, Sergipe, Tocantins e Amazonas.

O resultado final da competição foi: 1º lugar, Ases do Sul - SENAI Joinville Sul - Joinville/SC; 2º lugar, Blue Bird North - SENAI Joinville Norte I - Joinville/SC; 3º lugar, R.O.S.A. Dragons - Centro Paula Souza ETEC Rosa Perrone Scavone/SP; 4º lugar,  Winged Wolfes - CEFET - Maracanã /RJ e 5º lugar, Falcão Negro - IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico – Uberaba/MG.

A equipe Falcão Negro, orientada pelo professor Robson Borges Rodrigues, é formada pelos alunos Rafael Marçal Alves, Ronald Oliveira da Cunha e Wesley Dawison de Lima, do segundo ano e Gabriel Carvalho Lima, Gabriel Silva Guimarães, Giovanne Manzan da Cruz, João Luiz Gomes, João Pedro de Almeida Fernandes, João Pedro Santos da Silva, Luiz Gustavo Martins Ribeiro, Mateus Santiago de Souza, Paterson da Cunha Neto  e Renato Melo Minar, do terceiro ano.

Sobre a Fórmula Drone

A Fórmula Drone, competição organizada pela SAE BRASIL – sociedade brasileira da tecnologia da mobilidade, é uma iniciativa de caráter educacional focada em estudantes e professores do ensino profissional técnico de nível médio e tem como objetivo estimular a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia de sistemas aplicada à operação de aeronaves de asas rotativas tipo drone, através de aplicações práticas e da competição entre equipes.

 A competição oferece uma oportunidade única aos estudantes de desenvolverem um projeto em todas as suas etapas, desde a concepção, detalhamento do projeto, construção e testes, até colocá-lo efetivamente à prova diante de outros projetos congêneres. Os estudantes são estimulados a desenvolverem aptidões importantes em suas futuras carreiras: liderança, espírito de equipe, planejamento e capacidade de vender projetos e ideias.

 

 

 

 

 

 

 



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página