Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Iniciativas da SNCT mostram como a ciência ajuda populações a superar desigualdades
Início do conteúdo da página
Notícias

Iniciativas da SNCT mostram como a ciência ajuda populações a superar desigualdades

Evento nacional ocorre em Brasília. Campi do IFTM também têm programação de atividades sobre a temática

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 17/10/2018 às 10:00
  • Última modificação 23/10/2018 às 15:20
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2018
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2018
Crédito: Divulgação

Com o tema “Ciência para redução das desigualdades”, a 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) começou nesta segunda-feira (15), em Brasília, trazendo iniciativas que mostram como o desenvolvimento tecnológico pode ajudar os grupos em situação de desequilíbrio. Estandes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e de instituições parceiras são dedicados à população negra, às mulheres e às pessoas com deficiência.

A ideia do evento, segundo a diretora de Políticas e Programas de Inclusão Social do MCTIC, Sonia da Costa, é causar reflexão a respeito dos setores que sofrem com a falta de oportunidades iguais na sociedade. “O próprio desenho escolhido para representar a Semana Nacional retrata a mulher negra, que é a maior parte da população negra e que, hoje, possui a menor renda do país. São reflexões como essa que trazemos e queremos que jovens e meninas pensem a respeito”, disse.

Uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) chamada “Meninas na Ciência” traz dados sobre a desigualdade de gênero no acesso a careiras como engenharia, ciências exatas e computação. Com isso, busca-se a quebra de preconceitos sobre a participação de garotas nessas áreas do conhecimento, além de trazer exemplos de sucesso de mulheres nessas profissões.

Mas há ainda mais mostras de inclusão espalhadas pela SNCT, como exemplifica a diretora Sônia da Costa. “No estande do MCTIC, nós abordamos a questão da pessoa com deficiência, mostrando que a tecnologia pode colocar essa pessoa em condições iguais de acesso à informação. Também temos um programa do Ministério da Integração com projetos que geram emprego e renda em regiões menos favorecidas, melhorando a qualidade de vida das pessoas”, afirmou.

Evento

Distribuída por 40 mil metros quadrados do Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, a SNCT abriga 71 estandes com atividades de popularização da ciência promovidas por 80 instituições. A expectativa é que pelo menos 100 mil pessoas visitem o espaço até domingo (21).

Uma delas é Laiane de Jesus, moradora da Ceilândia, que levou a filha Emanuele e a sobrinha Evelin para conhecerem a exposição. “É uma exposição para vários públicos, tem tecnologia e diversão para as crianças. Me impressionou o simulador de terremoto”, revelou.

Edson Pereira, fotógrafo, que vive em Sobradinho, ficou sabendo da SNCT pelas redes sociais. “Gostei do evento. O submarino brasileiro no estande da Marinha chamou minha atenção, principalmente pelo desenvolvimento do reator nuclear ser feito com tecnologia nacional”, comentou.

SNCT no IFTM

Os campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) também realizam, ao longo da semana de 16 a 20 de outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em suas localidades.

Estão previstas diversas atividades, como seminários, palestras, oficinas, feiras, exposições e mostras artísticas sobre Direitos Humanos, Educação e Inovação Inclusivas, Empoderamento Feminino, Cultura Negra, Libras, entre outros.

As programações podem ser conferidas na página de cada campus.

 

Fonte: https://goo.gl/iDLDeg



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página