Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberaba > Últimas Notícias > IFTM Campus Uberaba promove curso de capacitação para abate de frangos na agrovila São Basílio
Início do conteúdo da página
Notícias

IFTM Campus Uberaba promove curso de capacitação para abate de frangos na agrovila São Basílio

O curso aconteceu nos dias 9, 10 e 15 de outubro

  • Por IFTM Campus Uberaba
  • Publicado em 19/10/2018 às 00:00
  • Última modificação 19/10/2018 às 13:24
Participantes do curso de capacitação para abate de frangos na agrovila São Basílio
Participantes do curso de capacitação para abate de frangos na agrovila São Basílio
Crédito: Lucas Arantes

Durante os dias 9, 10 e 15 de outubro, foi realizado, na agrovila São Basílio, um curso de abate e processamento de frangos que contou com 35 participantes, entre membros do núcleo de avicultores e moradores da comunidade.

O curso, ministrado pelo professor Lucas Arantes Pereira juntamente com os estudantes Athaniele Azevedo Mendonca (Zootecnia), Thalysson Matheus Silva (Agronomia) e Lucas Eduardo Batista Alves (Técnico em Alimentos), abordou temas como boas práticas de fabricação na agroindústria, bem-estar animal e segurança alimentar, além das técnicas de manejo pré-abate e abate de aves.

O curso faz parte das atividades do projeto de extensão “Capacitação prática dos produtores da agrovila São Basílio para a operação de uma miniunidade de abate e processamento de frangos”, coordenado pelo professor Lucas, que tem como objetivo promover a capacitação prática dos participantes para o uso do miniabatedouro de aves, o qual será inaugurado em breve para atender à demanda de abate de frangos caipira produzidos na comunidade.

Além do IFTM, técnicos Secretaria Municipal do Desenvolvimento do Agronegócio de Uberaba e o diretor de produção animal, José Geraldo Borges Celani, deram orientações sobre as perspectivas do mercado e o trabalho do Sistema de Inspeção Municipal, que regulamenta e fiscaliza o negócio de abate e comercialização de aves.

Segundo o professor Lucas Arantes, “esperamos que, por meio destas atividades, os participantes sejam capacitados para utilizarem a unidade de abate e processamento de forma otimizada e dentro dos requisitos legais, visando à otimização da produtividade e consequente aumento da renda familiar da comunidade”.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página