Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Roberto Gil toma posse para seu segundo mandato como reitor do IFTM
Início do conteúdo da página
Notícias

Roberto Gil toma posse para seu segundo mandato como reitor do IFTM

Cerimônia realizada em Brasília marca o início da segunda gestão de Roberto Gil

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 16/12/2015 às 16:32
  • Última modificação 17/12/2015 às 12:52
Solenidade de posse é comandada pelo Ministro da Educação, em Brasília
Solenidade de posse é comandada pelo Ministro da Educação, em Brasília
Crédito: Heraldo Marcus Rosi Cruvinel

Em 16 de dezembro, Aloizio Mercadante Oliva, Ministro da Educação, deu posse ao professor Roberto Gil Rodrigues Almeida pelo segundo mandato como reitor do IFTM.

A solenidade contou com a presença do Secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Marcelo Machado Feres, do presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Marcelo Bender Machado, e demais convidados.

“Agradeço pela gestão exitosa. O IFTM tem reconhecimento de toda a comunidade pelo esforço que vem sendo feito. Na agricultura, tem um futuro promissor, é uma região importante economicamente. Também destaco o foco na inovação por meio do parque tecnológico. Sei que existem saídas inovadoras e que o IFTM dará saltos com qualidade no ensino e inclusão social”, afirmou Aloizio Mercadante.

Roberto Gil encerra, em 2015, seu primeiro mandato como reitor do IFTM. Foi reeleito, em maio de 2015, por docentes, técnicos-administrativos e alunos, para continuar na posição até 2019. "É um recomeço. Tivemos um avanço muito grande em número de alunos e cursos. Embora seja um dos menores Institutos Federais, queremos ser um dos melhores em termos de administração, capacitação, número de alunos. Pretendemos superar a crise por meio do nosso trabalho, pensando nos jovens e adultos, atendendo suas necessidades. Nos destacamos na educação a distância e levamos oportunidade para quem não tem. O Instituto deve caminhar, não podemos parar”, completou o reitor do IFTM.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página