Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberlândia Centro > Últimas Notícias > Alunos do Campus Udicentro se preparam para participar de concurso de fotografias do exército
Início do conteúdo da página
Notícias

Alunos do Campus Udicentro se preparam para participar de concurso de fotografias do exército

Dupla de extensionistas do Campus visitou o 36º Batalhão na última quinta-feira

  • Por IFTM Campus Uberlândia Centro
  • Publicado em 14/05/2018 às 00:00
  • Última modificação 14/05/2018 às 17:12
Estudantes do IFTM acompanharam a rotina de exercícios dos cadetes e também conheceram estrutura do Batalhão
Estudantes do IFTM acompanharam a rotina de exercícios dos cadetes e também conheceram estrutura do Batalhão
Crédito: Divulgação

Dois estudantes do Campus Uberlândia Centro, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM), tiveram uma experiência de aprendizado diferente na última quinta-feira (10/05). Eles visitaram o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Uberlândia, como atividade preparatória para o edital 1ª Vivência em Fotografia, promovido pela unidade. O edital tem como tema justamente o Batalhão e na visita eles tiveram a chance de conhecer o local e as atividades desenvolvidas.

Durante a visita, a dupla de estudantes, Kaio Cerruti e Júlia Caroline, esteve ao lado de fotógrafos profissionais, que também participaram da visita. O objetivo do encontro era justamente oferecer aos participantes um momento para treinar o olhar, verificando situações e locais que podem vir a ser retratadas nas fotografias que concorrerem no edital.

Kaio e Júlia foram escolhidos para a atividade porque são bolsistas do projeto Etnografias do Olhar, coordenado pelo professor Dickson Duarte Pires. Durante o desenvolvimento do projeto em 2018, os estudantes vão fazer várias atividades na área de fotografia, mas Dickson destaca a importância de participar também de atividades para além dos muros do Campus.

“As atividades de extensão têm que criar um diálogo com a sociedade, por isso é importante que nossos alunos participem desse tipo de edital. A arte fomenta a criação dessas relações com o público e com outras instituições”, afirma.

Dickson também destacou a importância da visita ao Batalhão, como forma de preparo para o concurso e também para treinar o olhar sobre as ações do exército. “Foi um momento importante para que eles percebessem o que pode virar material para o concurso, eles acompanharam treinamentos físicos e bélicos e conheceram o Batalhão. Foi importante também para perceber essa disposição do exército em dialogar com a sociedade e conhecer os vários trabalhos que eles desenvolvem relacionados a causas sociais”.

Na ocasião, o professor também conheceu o trabalho cultural desenvolvido no Batalhão e está negociando para que a banda do Exército faça uma apresentação em um evento do Campus Uberlândia Centro.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página